Cepesp promove curso sobre uso de microssimulações nas políticas públicas de transportes

CEPESP  |  21 de agosto de 2020
COMPARTILHE

Na última sexta-feira (14/08), pesquisadores do Cepesp/FGV e alunos de graduação e pós-graduação em Administração Pública da FGV participaram de um curso sobre como microssimular redes de transportes nos softwares PTV Vissim e PTV Viswalk, da empresa PTV do Brasil. Uma microssimulação é feita no nível individual dos veículos, ao contrário da macrossimulação que é feita em um nível mais estratégico, analisando grandes zonas. Assim, entre os tópicos abordados no curso, destaca-se a construção da rede viária e das infraestruturas de transporte público, a inserção das demandas de veículos e de pedestres, os elementos de controle de tráfego, os processos de calibração e a avaliação dos resultados.

O curso foi ministrado por Luisa de Moura Chaves, gerente de desenvolvimento de negócios da PTV do Brasil. Para ela, diante dos desafios de análise e resolução dos problemas de mobilidade urbana, são necessárias soluções capazes de identificar e trabalhar essa complexidade, fornecendo alternativas mais sustentáveis e economicamente viáveis. “Nos transportes, as simulações vêm se mostrando como uma dessas soluções, pois permitem avaliar de forma rápida e eficiente problemas que envolvem desde a engenharia de tráfego até projetos operacionais e planos estratégicos”, explicou Chaves.

Neste sentido, os softwares PTV Vissim e PTV Viswalk são mais uma ferramenta que pode ser utilizada no planejamento de políticas urbanas, contribuindo para o desenvolvimento de inovações e melhoria do deslocamento nas cidades. Vitor Estrada, pesquisador do Cepesp e mestrando em Administração Pública e Governo pela FGV, participou do curso e destacou que o manuseio dos softwares estudados são ótimas ferramentas para avaliação de políticas públicas de transporte. “Poder simular a redução da velocidade em uma via, o escalonamento de pontos de ônibus ou a priorização dos semáforos para os modos ativos é de suma importância na hora de pensar em intervenções assertivas para diferentes regiões das cidades”, contou Estrada. 

Este curso introdutório teve como objetivo oferecer novas habilidades técnicas aos pesquisadores do Cepesp, as quais poderão ser utilizadas nas atuais pesquisas do centro, como no projeto “Mobilidade do Futuro: Um Modelo Disruptivo para São José dos Campos”, que visa propor um novo sistema inteligente de mobilidade urbana para São José dos Campos. Os participantes do curso receberam acesso à uma licença de um ano da versão estudante do Vissim & Viswalk que poderá ser utilizada tanto em projetos do Cepesp quanto em outras atividades acadêmicas. 

Deixe seu comentário
leia também
Veja Mais
Receba nosso feed de notícias