Informalidade de Moradias na América Latina: Causas e Consequências

Financiador: Lincoln Institute for Land Policy 
Conclusão: 2012

Resumo:

Esse projeto de pesquisa procura estudar as causas e conseqüências da informalidade habitacional na América Latina. Como é conhecido, uma parcela considerável da habitação nos países em desenvolvimento pode ser considerada como “informal” por não estar de acordo com a regulação urbana vigente; não fornecer os serviços essenciais; conter direitos de propriedade difusos, etc. Segundo a UN Habitat cerca de um bilhão de domicílios no mundo poderiam ser classificados como informais. Esse problema é bastante típico na maioria de cidades latino-americanas. No entanto, o conhecimento sobre o fenômeno é bastante limitado. Existe uma ampla literatura concentrada em estudos de caso e, portanto, sem possibilidades de generalização. Essa pesquisa procura romper essa lacuna na literatura a partir de pesquisas empíricas com base estatística.