Cepesp inaugura nova linha de pesquisa sobre transporte coletivo

CEPESP  |  25 de março de 2013
COMPARTILHE

BRT - foto

Preocupados com os gargalos diários do trânsito das principais metrópoles do Brasil e do mundo, pesquisadores associados ao Cepesp lançam nova linha de pesquisa para refletir sobre os desafios do transporte coletivo.

 Intitulada “Transporte Inteligente”, a linha de pesquisa é liderada pelo cientista político do Cepesp Ciro Biderman e pretende investigar novas iniciativas para tornar mais eficiente e sustentável o transporte urbano. Em particular, o principal foco de pesquisa visa otimizar e modernizar o transporte coletivo no lugar do transporte privado.

 “Nós entendemos que a única maneira de dar mobilidade às pessoas nos horários de pico de grandes aglomerações urbanas se dá a partir da mobilidade coletiva”, explica Ciro Biderman.

O novo horizonte de estudos sobre transporte coletivo surgiu como uma ramificação dos trabalhos realizados na linha de pesquisa Economia Regional e Urbana e ganhou vida própria.

 “O grupo nasceu a partir da convergência de pensamento de pessoas que trabalham com a questão do transporte dentro da perspectiva da sustentabilidade, não somente na questão ambiental, mas também orçamentária”, completa Biderman.

“Uma proposta para os transportes que não seja financeiramente sustentável não é uma boa proposta. Exemplo disso são sistemas de metrô e trem que se estendem em demasia e acabam gerando muito mais custos para o poder público do que receitas, e sem ganhos significativos de eficiência”.

 O grupo de pesquisa contará, de início, com a participação do arquiteto Luis Calagian, que atuou na área de planejamento de transportes públicos no Metrô de São Paulo; do economista regional do MIT Nicolas Rockler; de Paulo Sérgio Custodio, que investiga há 30 anos o sistema BRTs (Bus Rapid Transit); do engenheiro civil da Escola Politécnica João Carlos Scatena; e de Bernardo Alvim, especialista em logística e transporte coletivo do Banco Mundial.

Deixe seu comentário